Cultura

Comboio de Sal conquista festival

Roque Silva |

O filme “Comboio de Sal e Açúcar”, com participação do actor angolano Matamba Joaquim, conquistou dois prémios no XX Festival de Cinema Africano de Khouribga, que encerrou sábado em Marrocos.

Uma cena do filme do brasileiro Lucínio de Azevedo
Fotografia: Conexão Lusófona |

Ofilme, do cineasta brasileiro Lucínio de Azevedo e com participação de actores moçambicanos e brasileiros, foi distinguida com troféus referente ao Melhor Realizador e Melhor Guião.
O filme, adaptado do livro homónimo, escrito há 15 anos pelo próprio realizador Lucínio de Azevedo, foi o único que conquistou dois troféus entre os 14 filmes em competição, no festival que decorreu de 9 a 16 deste mês.
Com duração de 93 minutos, a ficção narra a história de uma enfermeira que se apaixona por um militar durante a viagem de um comboio que, em plena guerra civil moçambicana, procurava chegar ao seu destino sob iminente perigo de confrontos.
A ideia inicial do filme era fazer um documentário a retratar a história das mulheres moçambicanas que viajavam cerca 700 quilómetros para chegar ao Malawi, país vizinho, na ambição de trocar sal por açúcar, que na altura escasseava durante os confrontos militares em Moçambique.

Tempo

Multimédia