Complexo das Escolas de Artes inaugurada na Camama


5 de Janeiro, 2015

Fotografia: Rafael Tati

A inauguração do Complexo das Escolas de Artes, em Camama, instituição do Ministério da Cultura, hoje às 9h00, marca o início das actividades do 8 de Janeiro, Dia da Cultura Nacional, cujo acto central está marcado para a província do Zaire.

O complexo que pode receber 2.500 alunos tem escolas médias de Artes Visuais e Plásticas, Dança, Música, Teatro e Cinema e está equipada com uma biblioteca, um internato para 164 alunos, um auditório com 300 lugares e um pavilhão polidesportivo.
O Complexo das Escolas de Artes, que tem ainda um anfiteatro para 400 lugares, um laboratório de informática, um laboratório de física e outro de química, destina-se à formação de profissionais, intérpretes, criadores e docentes em diversas áreas culturais, no domínio do ensino artístico especializado.
No âmbito do programa do Dia da Cultura Nacional é aberto hoje às 10h00 e até dia 16 deste mês, no Centro de Animação Artística do Cazenga, uma Oficina  de Teatro  Infantil a ser ministrado pelos professores franceses Francisco  Marques e Cristine Sailler. Às 16h00 é inaugurada no Museu Nacional de Antropologia, uma exposição  Itinerante sobre “Outras Coisas  do Mundo’’.
Quarta-feira, acontece o lançamento do caderno de poesia “Tentantiva”, da autoria de escritores do município do Cazenga, às 16h30, no Centro  de Animação  Artística  do Cazenga.   
Na quinta-feira, 8 de Janeiro, o dia está reservado às 10h00, àa realização de uma homenagem a  António  Agostinho  Neto,  com  a  deposição de uma coroa  de  flores no seu Memorial, na Praia do Bispo. Às 17h00 esá prevista uma tarde de trova e poesia, no Centro de Animação Artística do Cazenga, e às 19h00 em todos os municípios de Luanda, a realização de sarau cultural. Sexta-feira, o programa reserva a exibição, às 18h00, nos municípios do Cazenga, Viana e Cacuaco, de mostra de cinema angolano com os filmeas “Culturas Vivas”, “Nos  Trilhos Contemporâneos  de Angola’’ e “Lendário  Ti Liceu’’.
Para sábado, 10, estão previstas a realização de palestras, espectáculo de dança com a Companhia de Artes Kussanguluka, e exibição da peça de teatro “Cassinda não volta atrás” pelo grupo Nguizane Tuxikane.  Em Luanda o programa do 8 de Janeiro termina no dia 31 deste mês. O Dia da Cultura Nacional vai ser vivido um pouco por todo o país.

Acto central

O acto central da efeméride tem lugar na cidade de Mbanza Congo, na província do Zaire, onde as actividades arrancam amanhã, às 10h00, com um ritual com as autoridades tradicionais do Lumbu, no Museu dos Reis do Congo e Kulumbimbi, seguindo da exibição dos grupos de dança e música tradicional do município de Mbanza Congo, no Cine Clube Comandante Bula, às 19h00.
Do programa de actividades culturais na província do Zaire, que terminam na quinta-feira, constam visita a locais culturais e históriocos da província, conferências sobre a situação actual do projecto “Mbanza Congo - Cidade a Desenterrar para Preservar”, a ser preferida pela coordenadora científica do projecto, Sónia Domingos, sobre a “Legislação cultural vigente, prática e desafios”, por Aguinaldo Cristóvão, sobre “Política cultura, economia e gestão das instituições culturais”, por António Fonseca.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA