Cultura

Concerto marca celebração do fim da Primeira Guerra

O primeiro concerto do bandolinista francês Julien Martineau realizou-se quarta-feira, no auditório do Memorial Dr. António Agostinho Neto, em alusão às comemorações do centenário do fim da primeira Guerra Mundial.

Bandolinista Julien Martineau realizou dois concertos em Luanda
Fotografia: Dombele Bernardo | Edições Novembro

O espectáculo, reservado a convidados, abriu com a música “Prelúdio de concerto”, da autoria de  Laurent Fantauzzi. Ontem, o músico francês regressou ao palco para um segundo concerto, desta vez aberto ao público.
Julien Martineau interpretou “Adágio da primeira sonata BWV”, de Johann Sebastian Bach, “Quinta dança húngara”, de Johannes Brahms, “Crepúsculo”, de Laurent Fantauzzi, “Hino ao amor”, de Edith Piaf, uma transcrição do próprio instrumentista, Julien Martineau, e encerrou com “Noturna”, de Alfred Cottin. />O concerto teve duas partes e foi intercalado com uma sessão de declamação de poesia, nas vozes dos embaixadores de França, Inglaterra e Alemanha, as três representações diplomáticas que organizaram a actividade.
A embaixadora do Reino Unido, Jessica Hand, recitou o poema “Para aqueles que tombaram”, escrito em 1914, por Robert Laurence Binyon. O embaixador da Alemanha, Dirk Lolke, leu o poema “A guerra”, escrito por Stefan George, em 1917. Por sua vez, o embaixador de França, Sylvain Itté, declamou o poema “Aqueles de 14”, de autoria de Maurice Genevoix, escrito em 1950.

Tempo

Multimédia