Cultura

Concerto nos Coqueiros junta angolanos e moçambicanos

Roque Silva

Ao todo, de 38 artistas nacionais e moçambicanos actuam, amanhã, a partir das 19h00, no Estádio dos Coqueiros, em Luanda, no primeiro concerto de apresentação dos temas do terceiro CD do projecto Team de Sonho.

Big Nelo é um dos intervenientes da iniciativa da LS Republicano que vai na terceira edição
Fotografia: Santos Pedro| Edições Novembro

O concerto tem a duração de quatro horas e vai juntar, pela primeira vez, no mesmo palco, os 33 intérpretes das canções que integram o álbum, e o grupo Mobberes e os moçambicanos Mimai, Júlia Duarte, Abuchamo, Abdul e Yeka, na qualidade de convidados especiais.
Os cantores realizaram “performances” individuais, em duetos, trios, quartetos e quintetos. Além dos temas que compõem o projecto,  vão recordar os sucessos de carreira. Cada um exibe-se três vezes.
Constam da lista Calabeto, Heavy C, Walter Ananás, Ary, Big Nelo, Pérola, Yola Araújo, Cef, Lil Saint, Kyaku Kyadaff, Cage One, Preto Show, Noite e Dia, Fabious, Puto Português, Cláudio Ismael, Mr. Bau, JD, Os Tuneza, Yannick Afroman, Nagrelha, Puto Prata, Bass, Young Double, MC Cabinda, Hélio Baiano, DJ Malvado Jr, Darcy, Callas e Kapiro.
As “performances” são intercaladas, entre actuações em “playback” e ao vivo, sendo esta com o suporte instrumental da banda moçambicana  residente em Angola Muzangola, oficial do projecto Team de Sonho.
O director da LS Republicano disse ao Jornal de Angola que a produção disponibilizou 30 mil bilhetes,  a capacidade total do Estádio dos Coqueiros, que podem ser adquiridos nos valores que variam entre  mil e cinco mil kwanzas.
Superar a assistência dos concertos memoráveis dos Kassav, na década de 80, de Yannick Afroman, Paulo Flores e do Show da Amizade Angola-Brasil, que levou mais de 20 mil pessoas ao recinto desportivo, é um dos objectivos da produtora do concerto, razão pela qual engendrou um plano especial para garantir a segurança do público.
Fernando Republicano disse que conta com o apoio da Polícia Nacional, Bombeiros, Serviços de Emergência Médica  e de empresas privadas de segurança para garantir o convívio, evitar qualquer tentativa de desordem. Há também garantida assistência médica no interior do Estádio dos Coqueiros e arredores. “Recebemos, como nas actividades anteriores, garantias de que está tudo preparado para haver segurança, por se tratar de um concerto de multidões”.
Os portões são abertos às 15h00 para permitir que as pessoas tenham acesso ao Estádio dos Coqueiros e saiam dele sem constrangimentos. O espectáculo tem transmissão directa nos canais 4 e 5 da Zap e no Afro Music Chanell.
Os mesmos artistas partem no dia 24 deste mês para Moçambique para apresentação do CD, em concertos, nos dias 26 e 27, em Maputo. Seguem-se, ainda este ano, as digressões a Malanje, Huíla e Cabinda. Portugal e Cabo Verde são as próximas paragens do próximo ano.
Desde o lançamento, o disco já foi apresentado em Benguela, Huíla, Cabinda, Huambo, Moxico, Lunda-Sul e Lunda-Norte, em concertos gratuitos, numa digressão em que a caravana integrou mais de 85 por cento dos músicos do projecto Team de Sonho.

Tempo

Multimédia