Cultura

Coréon Dú no Sambódromo

O Carnaval do Rio de Janeiro vai conhecer a originalidade e o estilo do artista angolano Coréon Dú, considerado pela revista Forbes um dos 15 jovens mais criativos e dinâmicos de África.

Originalidade da música angolana marca presença este ano no desfile do Entrudo carioca na voz de Coréon Dú convidado da Unidos de Vila Isabel
Fotografia: João Gomes|

Segundo uma nota de imprensa chegada à Angop, em Luanda, Coréon Dú vai comandar um dos carros alegóricos da escola de samba Unidos de Vila Isabel.
Convidado de honra desta tradicional escola de samba do Rio de Janeiro, Coréon Dú vai apresentar-se no Sambódromo na “grande noite de domingo”, 26 de Fevereiro, com fantasia desenhada pelo próprio, com um visual inédito que junta inspirações da nova colecção WeDú com o tema do grupo carnavalesco.
“O som da cor”, que vai contar a influência da cultura negra na música, é o enredo da Unidos Vila Isabel para este ano.
A escola de samba, que por tradição desenvolve temas culturais, revela no seu enredo para este carnaval a origem africana dos estilos musicais no continente americano.
O chefe do grupo, Alex de Souza, vai contar como esta força rítmica, trazida de África,  foi “semeada” no Novo Mundo, na era colonial, originando a moderna música ocidental, que repercute em todo o planeta.
A nova colecção WeDú by Coréon Dú está programada para ser apresentada dias antes do Carnaval, na feira Capsule de Las Vegas, nos Estados Unidos da América (EUA), entre 20 e 22 de Fevereiro.
A inovação e o estilo fazem parte da imagem de marca deste artista angolano, considerado pela imprensa mexicana “o segredo mais bem guardado de África”. />Com várias distinções no mundo da moda e da televisão, Coréon Dú tem o seu mais recente filme Bangaologia - A Ciência do Estilo indicado aos prémios de Melhor Documentário no London Fashion Film Festival, Reino Unido, e no Warsaw Film Festival, Polónia. Além de designer, Coréon Dú também contribui para a indústria da moda buscando talentos para as principais passarelas do Mundo. Desde 2010 trabalha como “scouter” e formador de modelos, tendo descoberto e lançado talentos como Amilna Estêvão, Maria Borges, Alécia Morais e Blesnya Minher.  Esta última é uma das mais recentes caras das marcas Valentino e Calvin Klein.
Coréon Dú conquistou os prémios African Entertainment Awards 2016 - Melhor Artista Masculino (EUA), Seoul International Drama Award 2015 - Melhor Drama Serial para Jikulumessu (Coreia do Sul), African Movie Academy Award 2015 - Melhor Caracterização para Njinga Rainha de Angola (África do Sul), Inquie Tudo 2015 - Prémio de Audiência para I Love Kuduro (Áustria) e Cineport 2014 - Melhor Fotografia para I Love Kuduro (Brasil). Recebeu nomeações no Fespaco 2017 - Melhor Série para Jikulumessu,  Emmy Internacional 2015 - Melhor Telenovela para Jikulumessu, Queens World Film Festival - Melhor Fotografia para Njinga Rainha de Angola e Emmy Internacional 2013 - Melhor Telenovela para Jikulumessu.

SAPO Angola

Tempo

Multimédia