Cornélio Calei incentiva os criadores

Manuel Albano
16 de Outubro, 2014

Fotografia: Domingos Cadência

O secretário de Estado da Cultura, Cornélio Calei, incentivou na terça-feira, em Luanda, os criadores angolanos a continuarem a aperfeiçoar conhecimentos no domínio das artes plásticas, de forma a acompanharem a dinâmica do mercado internacional.

Em declarações à imprensa, à margem da inauguração da exposição “UNAP Contemporânea: Convergir para Limar Arestas”, disse que estamos numa economia de mercado e os criadores têm de se actualizar para representarem o país com dignidade nas principais conferências sobre as artes no estrangeiro. “Precisamos continuar a mostrar que o país está a crescer e a desenvolver-se em vários domínios sociais”, disse.
Depois de destacar os esforços e dedicação dos artistas plásticos angolanos ao longo dos anos, em prol da preservação e divulgação das artes no país, disse: “Estamos a construir uma nova sociedade que necessita da colaboração de todos, por formas a ajudar a edificar e resgatar os valores culturas do país.”
A passagem de conhecimentos por parte dos artistas consagrados às gerações mais novas tem ajudado a sociedade a perceber melhor o valor cultural das artes. “O contributo dos nossos criadores é muito importante, porque ajuda a transmitir pensamentos positivos, que identificam a identidade nacional”, referiu.
Etona, secretário-geral da União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP), disse que estão a trabalhar no sentido de se continuar a melhorar as condições dos artistas nacionais, na criação de mais espaços para o desenvolvimento das artes plásticas no país.
Para acompanharmos as tendências e necessidades da época, explicou, é importante a criação de políticas mais eficazes, que melhorem a situação dos associados. “É visível que se quisermos projectar as artes para outros mercados, precisamos apostar fortemente em projectos de maior difusão das artes e dos seus criadores”.
Na exposição “UNAP Contemporânea: Convergir para Limar Arestas”, que pretende celebrar o 37º aniversário da instituição, assinalado no passado dia 8, estão expostos 18 quadros de pintura, três de fotografia, quatro esculturas, três peças de cerâmica e uma instalação de vários artistas membros da UNAP, com destaque para Álvaro Macieira, Van, Paulo Jazz, Don Sebbas Francisco Kuango, Mário Tendinha e Marcela Costa.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA