Cultura

Criações de Jorge Gumbe no Camões

Amilda Tibéria

As mais recentes criações de pintura do artista plástico Jor-ge Gumbe estão patentes desde terça-feira até 19 de Julho, na exposição individual “Metamorfose das Formas”, no Camões - Centro Cultural Português, em Luanda.

Artista plástico volta às exposições de pintura dez anos depois
Fotografia: Contreiras Pipas | Edições Novembro

“Metamorfose das Formas” é uma exposição composta por 15 quadros de pintura,  que tem como tema a obra “Metamorfoses” de Franz Kafka. Os quadros mostraram que as pessoas devem estar devidamente preparadas, não apenas para mudanças pessoais, mas também para as transformações que ocorrem na sociedade “e para tudo que advém daí”.
Segundo o artista, regressou sem pressa às exposições, dez anos depois, porque o trabalho que faz “não é marcado pelo ritmo acelerado do tempo, mas por um compasso ligado a uma permanente e quase compulsiva procura de novas dimensões do saber e do conhecimento, através de uma pesquisa e investigação”, a que se tem dedicado.
Jorge Gumbe disse ter feito “uma reflexão profunda e continuada, gravitando em torno do homem e da sua relação com a natureza e espiritualidade. “Na literatura, tenho encontrado um território privilegiado de conhecimento e compreensão das dimensões social e humana, que procuro extrapolar na arte”, declarou.
O crítico e investigador Albano Martins frisou que no jogo de metamorfoses “a arte submete as concepções do real, eis que o masculino se transmuta em feminino, a árvore em corpo, o corpo em lâmpada acesa no crepúsculo, onde a luz rasante é foco e fulgor de incêndio”.

Tempo

Multimédia