Crianças consomem violência


20 de Dezembro, 2014

Fotografia: Divulgação

Os desenhos animados para as crianças são mais violentos do que os filmes de adultos e os protagonistas correm três vezes mais riscos de morte, revela um estudo publicado na revista científica “British Medical Journal”.

Nos filmes de animação, as personagens principais têm 2,5 vezes mais possibilidades de morrer do que nos de adultos e quase três vezes mais de serem mortos por um terceiro.
A morte de um personagem importante ocorre em dois terços dos desenhos animados para crianças, enquanto é registada em metade dos filmes destinados a um público mais velho.
“Em vez de serem alternativas inofensivas e mais suaves do que os filmes de terror e os drama, os desenhos animados mostram assassinatos e desordens”, disseram Ian Colman e James Kirkbride, os autores do estudo.
Os dois analisaram desenhos animados de grande êxito, como “Branca de Neve e os Sete Anões”, de 1937, e “Frozen - O Reino de Gelo”, de 2013.
Também compararam as mortes de personagens principais com o conteúdo de outros filmes para adultos, considerados grandes êxitos de bilheteira e dos mesmos anos, com excepção dos de acção ou aventura concebidos para crianças.
Os investigadores concluíram ainda que os pais dos protagonistas tinham cinco vezes mais possibilidades de morrer nos desenhos animados.
A lista de mortes chocantes é ampla, destacam os autores do estudo, que mencionam mortes causadas por armas de fogo em “Bambi”, “Pocahontas” e “Peter Pan”, com arma branca em “A Pequena Sereia” e “A Bela Adormecida” ou por ataques de animais como “A Procura de Nemo” e “Tarzan”.
Os filmes em que carros e brinquedos são protagonistas não foram tidos em consideração no estudo por não ser possível determinar se o conceito de morte é aplicável.
O estudo não determina se o nível de violência aumentou nos desenhos animados desde a estreia de “Branca de Neve”, em 1937, história na qual a rainha má, convertida em bruxa, morre ao cair de um precipício depois de ter sido perseguida por anões furiosos.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA