Crianças incentivadas às artes

Manuel Albano |
20 de Agosto, 2016

Fotografia: Vigas da Purificação

O incentivo às crianças ao gosto pelas artes plásticas, em particular, e pela cultura, em geral, tem um papel fundamental na formação de conhecimentos e no processo de desenvolvimento da auto-expressão, disse, ontem, em Luanda, a pintora Zinha Monteiro.

Em declarações, ao Jornal de Angola, no final de uma visita de crianças do Centro de Acolhimento Dom Bosco “Magone”, do Sambizanga, à galeria Humbi Humbi, na Baixa da cidade, a artista realçou que a criança, ao desenhar, actua de forma afectiva com o mundo, através da utilização das cores, formas, tamanhos e símbolos.
A pintura, ressaltou, pode ser usada como uma forma interactiva e artística de as crianças mostrarem e explorarem um determinado assunto do quotidiano, quer do ponto de vista positivo, quer do negativo.
Apostar no conhecimento da juventude, utilizando as artes, defende, pode ser um caminho positivo para a mudança de consciência da sociedade, deixando para trás os preconceitos e a desigualdade social.  O surgimento de mais espaços artísticos no país também tem dado mais oportunidades aos criadores angolanos de interagirem e mostrarem o seu talento, particularmente no domínio das artes plásticas, disse a pintora.
O director-adjunto da Fundação Arte e Cultura, Xavier Narciso, disse que a ideia do projecto é incentivar crianças de lares de acolhimento a desenvolverem e a explorarem os seus talentos artísticos, por forma a afastá-las das drogas, prostituição e delinquência juvenil. 
A formação artística a crianças desfavorecidas, disse, continua a ser uma prioridade da fundação, para uma melhor preparação da nova geração, num mercado em constante crescimento a nível nacional e também internacional no mundo das artes.
Na semana passada, explicou, o projecto realizou com o pintor Alekssandre Fortunato um seminário, para crianças e jovens da Associação de Apoio a Crianças Abandonadas (AACA), no atelier do artista, na Ilha do Cabo. Nesse âmbito, a Fundação Arte e Cultura tem uma agenda de seminários e visitas à Galeria Tamar Golan, numa parceria com o grupo Siccal e a AM-Arte, bem como algumas galerias de artes da capital.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA