Cultura

Crónicas de Lara Filho e Luís Fernando em estudo nos EUA

As crónicas dos escribas angolanos Ernesto Lara Filho e Luís Fernando foram alvo de estudo no Estado norte-americano de Ilinois. Conduzida por um grupo de pesquisadores internacionais, a pesquisa foi publicada, no mês passado, na revista académica “Literary Jornalism studes”, da Northwestern University.

Luís Fernando exerce ,actualmente, o cargo de secretário para os Assuntos de Comunicação Institucional e de Imprensa do Presidente da República.
Fotografia: DR

Os trabalhos dos académicos internacionais referentes aos dois escritores angolanos surgem no 12º volume da publicação, no capítulo dedicado à Crónica em Língua Portuguesa. Na edição constam, igualmente, trabalhos de cronistas de outros países lusófonos, como Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Macau e Timor Leste.

Ernesto Lara Filho foi um jornalista, poeta e regente agrícola angolano, natural de Benguela, que viveu entre 1932 e 1977. É autor de obras como Picada de Marimbondo, O Canto do Matrindindi e Seripipi na Gaiola. Já Luís Fernando é o secretário para os Assuntos de Comunicação Institucional e de Imprensa do Presidente da República. Antes, passou pela Rádio Nacional de Angola, onde chegou a director de Informação, no Jornal de Angola, como director-geral, além de dirigir o semanário “O País”.

Tempo

Multimédia