Cultura

Cuanza Norte acolhe concerto de regional

Marcelo Manuel | Ndalatando

Um total de dez grupos tradicionais do Cuanza Norte, Malanje e Uíge, participam hoje e amanhã, na cidade de Ndalatando, no primeiro Concerto Regional de Música e Dança Tradicionais, que vai permitir a eleição do melhor grupo de marimbeiros das três províncias.

Iniciativa do Ministério da Cultura vai permitir a eleição do melhor grupo de marimbeiros
Fotografia: Nilo Mateus | Ndalatando | Edições Novembro

O Concerto Regional de Música e Dança Folclórica, uma iniciativa do Ministério da Cultura, em parceria com a Imogestin e a cervejeira EKA, conta com o apoio dos governos das províncias  concorrentes e tem como objectivo contribuir para o resgate, preservação e divulgação dos valores culturais das comunidades rurais do país, recolocando a música tradicional angolana na agenda cultural.
O director da Cultura no Cuanza Norte, David Buba, disse a província vai estar representada pelos grupos de marimbeiros do Luínga e Cambambe, assim como do Viluzia e Kaboquele do Katari que participam como animadores culturais.
O responsável avançou que Malanje vai estar presente com os conjuntos de Calandula e o tradicional de marimbeiros das terras da palanca negra, enquanto a província do Uíge está representada pelos grupos Zombo Canda, Ngola Uíge e o tradicional do Uíge.
David Buba acredita que a realização da iniciativa em Ndalatando vai galvanizar o resgate dos valores e traços culturais tradicionais, alguns dos quais em declínio, quer na vertente da dança quer da música folclórica.
O director provincial da Cultura no Cuanza Norte, que não avançou o montante para o grupo vencedor, garantiu que os concorrentes vão receber um subsídio de participação que ronda os 150 mil kwanzas. Avançou que a direcção que dirige já potenciou os grupos locais com as vestes e outros meios necessários para a sua participação condigna, como província anfitriã. O responsável considerou a província do Cuanza Norte multidisciplinar no que toca à diversificação cultural, principalmente na dança e na música, pelo facto de existirem vários estilos de danças típicos dos municípios de Cambambe, Cazengo, Lucala, Ambaca, Golungo-Alto, Ngonguembo e Samba-Caju, pertencentes à etnia quimbundo. 
“Em Quiculungo, Banga e Bolongongo, municípios de etnia dihungo, tocam e dançam essencialmente o caboquele e xamba”, disse David Buba.

Tempo

Multimédia