Cultura

Curso de cinema para os nacionais

Mazarino da Cunha

Melhorar a produção cinematográfica nacional é uma das apostas da MultiChoise África, que abriu um curso de formação em Cinema, com foco na narração de histórias, produção, som, realização e televisão, cujas inscrições estão abertas até o próximo dia 14.

Fotografia: DR

Aberto aos produtores e realizadores de cinema, amadores ou profissionais, o curso tem a duração de um ano e foi criado com o objectivo de especializar e impulsionar os jovens para a indústria criativa africana, por meio da realização de filmes e de produções de televisão.

O assessor de imprensa da empresa, Adriano Simão, disse, ao Jornal de Angola, que um dos pressupostos para participar no curso é falar fluentemente inglês. A organização, adiantou, pretende seleccionar 60 jovens, de 13 países, onde a MultiChoise opera.
Nesta segunda edição do curso, denominado “MultiChoice Talent Factory”, os candidatos seleccionados, na região da África Austral, vão fazer a formação numa academia em Lusaka, Zâmbia, sob a orientação de diversos especialistas, incluindo alguns africanos.
Para melhor actualizar os interessados no curso, a operadora de televisão vai realizar campanhas de divulgação do projecto. “É uma oportunidade para os jovens melhorarem as suas competências em Cinema”, esclareceu Adriano Simão.
As inscrições podem ser feitas pelo site www.multichoicetalentfactory.com, ou nas instalações da MultiChoice África, em Angola.

Tempo

Multimédia