Cultura

Actores são formados na arte de representar

Mário Cohen

A melhoria da qualidade da dramaturgia angolana é o foco de uma formação, a ser ministrada a partir do dia 22, no Hotel Lukweku, em Luanda, pela actriz brasileira Nara Marques, no âmbito de uma iniciativa da Okupanga Produções Artísticas.

Actriz Nara Rodrigues está encarregada da formação
Fotografia: DR

A formação, como explicou ao Jornal de Angola o director da Okupanga, Simão Costa, é dirigida, principalmente, a actores angolanos, das áreas de teatro, cinema e TV. O objectivo, disse, é aprimorar os conhecimentos destes sobre a arte de representar, por isso, a primazia vai para os que já têm experiência no ramo.
Com duas aulas por dia e duração de 5h00, o curso, que tem o término previsto para o dia 31, inclui sessões de aperfeiçoamento, nas quais os actores põem em prática os ensinamentos e fazem as devidas correcções a eventuais falhas.
A actriz brasileira, disse, chega à capital no dia 21 e tem regresso marcado para 2 de Setembro. O convite, justifica, foi-lhe feito devido à experiência em dramaturgia, marcada por apresentações na televisão e nos palcos.
Em Abril do ano passado, revelou, a Okupanga assinou um contrato de parceria artística com a Ecoman, produtora artística brasileira, com base no qual, semestralmente, viria para o país um formador, ligado à área de Teatro, Cinema ou Televisão, capacitar os actores e produtores nacionais.
Nara Marques é, além de actriz, professora no Instituto Wolf Maya do Brasil, com uma larga experiência profissional. É a responsável pelo êxito de vários actores brasileiros, cujas carreiras tiveram grandes repercussões em novelas, como “Insensato Coração” e “Caminho das Índias”.

Tempo

Multimédia