Coreógrafa quer mais aposta na formação dos dançarinos


12 de Agosto, 2014

Fotografia: Paulino Damião

A professora de dança Judite Sungo defendeu ontem o incremento de novos métodos sistematizados de ensino desta modalidade artística, de forma a elevar a qualidade dos seus executantes e melhorar a preservação da cultura nacional.

A docente universitária defendeu esta ideia durante uma palestra sobre “Danças folclóricas nas suas distintas manifestações socioculturais”. Para a especialista, a ausência de novos métodos de ensino existe devido ao pouco rigor dos seus executantes. Judite Sungo considera importante os dançarinos apostarem mais na sua formação para melhor saberem identificar e executar os diferentes estilos de dança.
“Os dançarinos devem saber a diferença entre dança moderna, popular e recreativa, assim como as mensagens, as tipologias, motivações e coreografias, típicas de cada estilo”, disse.
Judite Sungo é licenciada em dança folclórica pelo Instituto Superior de Artes de Cuba.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA