Forte empenho dos grupos para o desfile na Marginal


2 de Fevereiro, 2016

Fotografia: Kindala Manuel

Os grupos carnavalescos da província estão preparados e empenhados para participar nos desfiles nas respectivas classes nos dias 6, 7 e 9 na Nova Marginal, disse ontem, em Luanda, a vice-governadora para a área social e politica.

“Mais uma vez fico impressionada com a “performance” dos grupos, nos ensaios gerais, principalmente as crianças que estão de tal forma engajadas, com danças vigorosas e moderna e estão em condições de receber o testemunho dos mais-velhos,  sublinhou Jovelina Inperial.
Em entrevista à Angop, a vice-governadora para a área social e politica disse que apesar de no ensaio geral os grupos não apresentarem o seu máximo, é possível ver o empenho e dedicação de cada um deles, e pode se esperar por um carnaval muito bem disputado e  bonito. “Vamos esperar que vença o melhor”.
Em termos de organização por parte da comissão organizadora provincial, Jovelina Imperial  disse que o sector  procura trabalhar com material mais simples, tornando a Marginal da Praia do Bispo mais colorida, bonita e com um Carnaval cada vez mais agradável.
“Neste momento decorrem em bom ritmo a montagem das arquibancadas, limpeza, energia e água, os locais onde vamos realizar a feira de alimentação para que os agentes hoteleiros possam colocar algumas roulottes e tendas nos pontos indicados, no sentido de proporcionar  momentos de lazer a todos que irão apreciar a exibição dos grupos carnavalescos”, salientou a vice-governadora provincial para a área social e politica.
Jovelina Imperial destacou   o envolvimento das equipas do sector da saúde, Polícia de Ordem Pública, bombeiros e a de trânsito, acrescentando que ainda resta uma semana para se aprimorar os detalhes para o arranque da festa nas datas previstas.
Sobre a actual situação económica vigente, no país,  Jovelina Imperial esclareceu que as autoridades governamentais da província “ com ou sem crise” estão trabalhar para o êxito do Carnaval. A vice-governadora, Jovelina Imperial, adiantou que os grupos estão sensibilizados e organizados, e permitiram-se em esquecer a crise: “Claro que temos dificuldades financeiras, mas não podemos cruzar os braços e estamos a fazer o carnaval com o disponível, e mesmo assim será um grande Carnaval”.
 O  Carnaval de Luanda tem um orçamento estimativo de 130 milhões de kwanzas.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA