Melhorias para o Carnaval passam pelas associações


10 de Setembro, 2014

Fotografia: Afonso Costa | Namibe

O administrador municipal do Namibe referiu ontem a importância de se criarem mais associações locais de Carnaval para unir e tornar mais eficaz a participação dos grupos nos desfiles.

João de Freitas valorizou o interesse desta mudança que facilita a procura de mais apoios financeiros.  “Ao passarem de simples grupos para associações há mais possibilidades de se conseguirem patrocinadores”, disse
O administrador lembrou que há grupos carnavalescos, como o Forte Santa Rita, Torre do Tombo e Sacomar, que “arrastam” multidões há anos” e que com maiores possibilidades técnicas e financeiras podem melhorar ainda mais as actuações.
João de Freitas disse ainda ser preciso criar políticas de incentivo que levem os grupos carnavalescos a não desistirem, pois devido à dinâmica e própria responsabilidade social, alguns bailarinos e integrantes abandonam por questões financeiras.
Desta forma, insistiu, estamos a travar o avanço da cultura e a acabar com uma prática de anos.
 O Ministério da Cultura, reconheceu, faz anualmente um esforço enorme ao distribuir equipamentos e indumentária a todos os grupos, cabe agora aos agrupamentos terem meios para atrair mais investimentos e continuarem  a dançar”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA