“O Preço da Vingança”

Mário Cohen |
8 de Junho, 2016

Fotografia: Paulino Damião

“O Preço da Vingança” é o título do espectáculo de teatro que o projecto Resgarte exibe na noite deste sábado, no Centro Cultural Franco Moçambicano, em Maputo, à margem do programa da edição 2016 do Festival Internacional de Teatro de Inverno (FITI).

A informação foi avançada ao Jornal de Angola, por Yara Dias Miguel, uma das responsáveis pela produção do projecto, que revelou que depois de Moçambique, o Resgarte vai apresentar o espectáculo em diversos palcos no Brasil e Cabo Verde, sem adiantar datas.
Estreada no começo da segunda temporada de Hamlet, no passado dia 27, no Royal Plaza Hotel, em Talatona, “O Preço da Vingança” é uma peça baseada em Hamlet um clássico escrito por William Shakespeare entre 1599 e 1601, adaptado para representação num contexto africano pelo projecto Resgarte.
A peça retrata a história de um espírito vagueante que circula sob o Reino, onde as barreiras entre o natural e sobrenatural são quebradas, o atormentado jovem caminha a beira da loucura. As suas escolhas são simples: Vingança ou misericórdia, esperança ou desespero. Vida ou Morte.
O Festival de Teatro de Inverno é uma montra onde os grupos apresentam as suas melhores obras em ambiente festivo, complementado por acções de formação em  matérias relacionadas com a arte de representar, a dramaturgia, encenação e preparação do actor.
A edição 2016 do festival de teatro de Maputo, além do projecto Resgarte conta ainda com representantes da África do Sul e de países da lusofonia.  Resgarte é um projecto artístico dentro das artes de representação que visa, através das suas acções, criar um modelo que potencie e explore as artes cénicas junto dos artistas e seus públicos, assim como estabelecendo uma identidade artística entre o uso e aplicação de técnicas tradicionais e convencionais de teatro.
Tem ainda a finalidade de resgatar os valores artísticos dando uma identidade, a um estilo de representação de alta qualidade técnica e artística. Um dos objectivos é o desenvolvimento de acções culturais que transcendam as fronteiras do país possibilitando a divulgação do potencial científico angolano. Para a responsável, William Shakespeare merece toda a fama, admiração e distinção que lhe atribuem, “Hamlet” é uma obra de perfeita maestria, em que o autor retrata compassivamente momentos de loucura fingida e real, culpa, devastação mental durante a transição de ultrapassar tristeza fúnebre, e a busca por vingança misturado de filosofia e uma construção de palavras sem sentido para os tolos mas perfeitamente explicativas a quem as proferia.
Uma obra recheada de humor em que a história é construída em metáforas na qual se exploram temas de traição, vingança, incesto e corrupção moral. Ilustrado de uma forma contemporânea, sem limitações no tempo e espaço cénico, esta viagem emocionante proporciona uma inovadora e criativa representação de uma das maiores obras da Dramaturgia Universal.
O projecto artístico Resgarte está aberto à comunidade e a  estruturas que pretendam tecer parcerias para realização de projectos e espectáculos que se integrem nos objectivos do seu projecto artístico e permitam o desenvolvimento de novos valores e estéticas do teatro.
O projecto tem no elenco artístico nomes como Emanuel Nkruma Paim, Mayomona Vicente, Naed Branco, Quim Fasano, Lizeth Joaquim, Edson Miranda e Sidonio Massoxiartz.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA