Cultura

David Capelenguela apresenta “Ego do Fogo”

 “Ego do Fogo” é o título do livro de poesia de David Capelenguela que é lançado, hoje, às 17h00, na União dos Escritores Angolanos (UEA), em Luanda. A obra, já foi apresentada, em 2013, na capital do país.


O livro é dedicado a todas as mulheres do mundo, particularmente, as de Angola por ser uma figura importante na sociedade angolana.
A mulher, para o autor de “Ego do Fogo”, é mãe, esposa companheira, irmã, colega, conselheira, líder, assim como seu corpo é templo de Deus. Segundo David Capelenguela. O livro tem 115 páginas e chega ao mercado com a chancela da Triangularte Editora.
David Capelenguela é um poeta com vários livros já publicados entre eles “Vozes Ambíguas”, “Acordanua”, “Véu do Vento”, “Gravuras Doutro Sentido”, “Tipo-Grafia Lavrada” e “Verso Vegetal”, que não são apenas de  valor literário mas também sociológico e antropológico com inspirações da tradição oral. O poeta, é um contador, assim como cantador de temas populares através da poesia.
A oralidade traz a David Capelenguela a bilha e a água da sua criação poética. Os seus sujeitos poéticos não são fantasmas. São de forma física e contam a história popular e outros enigmas sociais.
David Capelenguela nasceu na Huíla,  em 1969. Vinculado ao jornalismo desde aos anos 90, no Namibe, colaborou no Jornal de Angola e na Angop.
Além do jornalismo im-presso, fez jornalismo radiofónico, notabilizando-se nas rádios Namibe, Huíla, Cune-ne e actualmente na Rádio Lunda Sul.
Licenciado em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto, em Luanda, onde é mestrando em Ciências Jurídico-Económicas e Desenvolvimento.  Em 2012, lançou “Gravuras d' Outro Sentido”(poesia) e “Tipo-Grafia Lavrada”, no género prosa.

Tempo

Multimédia