Deolinda Rodrigues retrata a vida em livro


6 de Novembro, 2015

O documentário “Lagidila”, dos realizadores Nguxi dos Santos e José Rodrigues, vencedor da edição 2015 do Prémio Nacional de Cultura e Artes, na categoria de Cinema e Audiovisual, é baseado num livro com 216 páginas, escrito pela heroína Deolinda Rodrigues e não por Roberto de Almeida, como noticiámos na edição de ontem.

Na verdade, Roberto de Almeida só prefaciou o livro que enaltece a determinação da nacionalista em ver Angola independente e livre do jugo colonial e apresenta o percurso de Deolinda Rodrigues, desde a sua infância,  passando pela integração no Esquadrão Camy, do MPLA, até à sua captura com outras guerrilheiras.
O filme é exibido amanhã, às 19h30, no Cine Clube do Nzeto, província do Zaire.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA