Cultura

Disco “Kuameleli” de Anabela Aya no Camões

A cantora Anabela Aya apresenta, sábado, às 19h30, no auditório Pepetela, do Camões - Centro Cultural Português, em Luanda, um concerto de pré-apresentação do primeiro disco denominado “Kuameleli”.

Anabela Aya é uma das vozes promissoras do afro-jazz
Fotografia: Paulino Damião | Edições Novembro

O alinhamento do concerto vai incluir as músicas do CD “Kuameleli”, com destaque para as canções “Oração”, “Tia”, “Nangobe”, “Teu nome”, “Voz do vento”, “Tic tac” “I love you blue”, “Caríssimo” e “Kuameleli”.
Antes do concerto, Anabele Aya fala do projecto discográfico, em conferência de imprensa. As músicas são interpretadas em português, inglês, umbundu, kwanhama e kimbundu.
O objectivo do projecto, segundo uma  nota de imprensa, é divulgar cultura angolana, por meio do estilo afro-jazz, “porque a música une os povos e fortalece a nação”, disse a cantora.
Anabela Aya afirmou que canta  o gosta “e aquilo que toca o fundo da minha alma. Acho-me versátil e consigo interpretar vários estilos, porque encaro a arte como um processo de várias aprendizagens e temos que experimentar tudo e avaliar os resultados”, disse.
Segundo o crítico Jomo Fortunato, num artigo com o título “Revelação de uma voz promissora do universo afro-jazz”, Anabela Aya é uma cantora de múltiplos recursos vocais e, para além de prestigiada actriz, é uma das vozes mais promissoras da nova geração de intérpretes do universo do afro-jazz, que tem enveredado, de forma segura e modesta, pelos caminhos híbridos da renovação estética da Música Popular Angolana.
“Voz aclamada pela crítica mais exigente do gospel e do afro-jazz angolano, Anabela Aya poderá estar próximo das vozes históricas do jazz norte-americano, se continuar a trabalhar com esforço, modéstia e dedicação”, refere o crítico musical, Jomo Fortunato, num dos seus artigos.

Tempo

Multimédia