Diva do cinema italiano lança livro de memórias


22 de Setembro, 2014

Fotografia: Reuters

Sophia Loren, ícone do cinema italiano e eterna diva, comemorou o 80ºaniversário, com o lançamento de um livro de memórias, que revela pormenores da vida pessoal, da pobreza ao sucesso.

Para escrever as 300 páginas de “Ontem, Hoje e Amanhã - Minha Vida”, Sophia Loren mergulhou no que chama de “baú de lembranças” à procura de fotos antigas, cartas e bilhetes de figuras como Cary Grant, Frank Sinatra, Audrey Hepburn e Richard Burton, incluindo “a alma gémea”,  Marcello Mastroianni.
O livro é, na opinião dos críticos, um verdadeiro balanço do cinema mundial nos últimos 60 anos e a crónica da vida de uma criança do sul da Itália, que vagueava pelas ruas e se tornou numa das estrelas do cinema mais célebres do mundo.
O título, disse a actriz, foi tirado da antologia cómica, em três partes, dirigida por Vittorio De Sica, na qual Sophia Loren interpretou três papéis diferentes.
O “Amanhã”, descrevem os críticos, “parece ser uma maneira de dizer que a sua carreira não acabou”, já que o seu filme mais recente, uma adaptação de “The Human Voice”, de Jean Cocteau, foi estreado este ano. Os críticos sublinharam que cada aniversário de Sophia Loren é quase um evento nacional. Exposições fotográficas e mesas-redondas sobre a ascensão extraordinária à fama de uma adolescente pobre descoberta por um produtor de cinema que mais tarde se casou com ela e a transformou no que os críticos chamaram “maior exportação italiana depois do esparguete” são realizadas esta semana.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA