Dj Vanessa no feminino

Roque Silva |
19 de Junho, 2014

Fotografia: Paulino Damião |

A disc jockey Vanessa concluiu este mês a produção do seu disco de estreia, uma obra que pretende destacar o papel e os feitos das mulheres angolanas na construção da sociedade.

O CD, cujo nome Vanessa prefere manter em segredo, é lançado em Outubro e inclui dez temas de semba, kizomba, kuduro e house, gravados e produzidos no seu próprio estúdio.
Todas as músicas encorajam a mulher angolana a lutar pelo respeito que lhe é devido através da formação, esforço e dedicação, seja qual for a instituição onde estiver inserida.  “Quero, com este disco, prestar a minha solidariedade para com todas as mulheres angolanas. A emancipação da mulher só dela depende. É um impulso de coragem e determinação rumo à emancipação, aceitando as diferenças”.
Quanto à ausência de duetos, revelou que inicialmente tinha previsto ter várias vozes femininas, mas incompatibilidades de tempo e indisponibilidade das artistas impediu-a de levar essa ideia para a frente.
A DJ considerou o mercado angolano oportuno para a edição do seu disco. “A música angolana está numa fase em que a qualidade domina a atenção dos apreciadores de boa música. É verdade que há trabalhos que deixam muito a desejar. Assumi um compromisso, é uma responsabilidade enorme, por isso, o repertório foi analisado minuciosamente”.
Vanessa passa música em festas e é promotora de actividades culturais há mais de 16 anos. Da sua trajectória artística constam actuações em países como África do Sul, Namíbia, Argélia, Portugal e Holanda.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA