Cultura

Dom Caetano actuou na festa do grupo “Os Jovens do Prenda”

Roque Silva

Dom Caetano actuou, no domingo, no Centro Recreativo e Cultural Kilamba, em Luanda, no decorrer de um espectáculo que assinalou “as bodas de ouro” dos Jovens do Prenda, uma das bandas mais prestigiadas da música popular. Além de cantar, Dom Caetano deu o seu contributo ao considerar que os Jovens do Prenda fazem parte, indiscutivelmente, da história cultural do país.

Fotografia: Edições Novembro

Por isso, advogou o cantor e compositor, é legítimo recordar a longa caminhada do grupo, particularmente os momentos difíceis, fruto de várias mutações políticas e sociais que o país atravessou, como exemplo citou as dificuldades para a gravação do  disco “Berlin Fiesta”,  em 1989, na Alemanha.
O espectáculo que marcou os 50 anos fez parte do programa mensal, “Muzongue da tradição”, organizado pelo Centro Recreativo Kilamba, no bairro Rangel.
Os artistas fizeram da fes-ta uma farra de quintal, que abriu com o intérprete Miau, ao recordar alguns sucessos do grupo, da autoria do cantor e compositor Zecax, o que levou inúmeros admiradores à pista de dança, tornado o re-cinto pequeno devido a gran-de afluência de amantes da música angolana.
A animação continuou com as vozes de António Paulino e Fiel Didi. Augusto Chacaya não ficou alheio, subiu ao palco e teve forte ovação.Os Jovens do Prenda surgem em 1968, com a designação Jovens do Catambor, passando ainda nesse mesmo ano a chamarem-se Jovens da Maianga e em 1969 passam a ter a designação de Jovens do Prenda.

Tempo

Multimédia