Cultura

Drogas levam McCartney a acreditar ter visto Deus

O ex-Beatle Paul McCartney afirmou, numa entrevista a um jornal britânico, publicada ontem, que acredita ter visto Deus numa ocasião em que estava sob o efeito de substâncias psicadélicas.

Fotografia: DR

Na entrevista ao “The Sunday Times”, o músico, de 76 anos, relatou que na altura se sentiu “humilde” perante tal experiência. “Era enorme. Uma parede imensa da qual não conseguia ver o topo e eu estava no fundo. Qualquer outra pessoa diria que era apenas a droga, a alucinação, mas nós sentimos que tínhamos visto uma coisa superior”, disse Paul McCartney.
Nos últimos anos dos Beatles, a música do emblemático quarteto de Liverpool foi fortemente influenciada pelo uso de drogas psicadélicas. Na mesma entrevista, Paul McCartney afirmou acreditar que os seus familiares mais próximos que já morreram, incluindo a mulher Linda, continuam a olhar por ele.
Paul McCartney está a promover um novo álbum com músicas inéditas, intitulado “Egypt Station” e com data de lançamento a 7 de Setembro, e uma digressão para 2019 já com várias datas para os Estados Unidos e Europa.

Tempo

Multimédia