Cultura

Dupla de artistas dá show na capital

Analtino Santos

O rapper Musa e a DJ Sarah Shakir agitaram o público, na noite de quinta-feira, no Largo das Escolas do Armazém, na rua 12 de Julho, Sambizanga, no último espectáculo da digressão da dupla por África.

Rapper Musa no momento da actuação no Sambizanga
Fotografia: DR

Temas como “Dribble”, “Gott sei Dank”, “Splitter”, “Kein Weg Zuruck”, “Lang Lebe Afrika”, “Oyoyo” e “Nach Hause” deram ao público uma mostra do que se tem feito em termos de música na Alemanha.
O músico, que subiu ao palco às 18h30, considerou, no final, ter sido “uma experiência única”, em especial pelo facto de o público ter ovacionado alguns temas, apesar de interpretados em alemão. A maioria das músicas, continuou, embora a letra não fosse entendida pela maioria, chamam à atenção para questões raciais, problemas sociais e pessoais, principalmente dos bairros suburbanos de Berlim.
Durante a actuação, o músico encorajou os jovens a não desistirem dos sonhos e fez um paralelo entre a realidade que encontrou no Sambizanga e a da Serra Leoa, que também teve uma guerra civil.
O espectáculo contou, ainda, com asd actuações do grupo Quebrada 42 e do rapper Explosivo Mental, que fizeram o papel de anfitriões. Os artistas plásticos nacionais, cabo-verdianos e moçambicanos, que estão a participar na residência artista “Luaanda”, uma proposta do Colectivo “Pés Descalços” e “Geração 80”, assistiram ao concerto, que terminou com uma selecção de rap e kuduro nacionais.
Dias antes do espectáculo, a dupla realizou duas palestras, uma com membros do movimento hip hop, na qual o rapper falou sobre a escrita criativa e o envolvimento da arte no activismo social, assim como o estado da indústria do entretenimento. A DJ Sarah Shakir dissertou sobre a gestão de carreira e os vários mecanismos de divulgação do trabalho de artistas.

Tempo

Multimédia