Cultura

Elevação de Mbanza Kongo catapulta turismo do país

A elevação do centro histórico e cultural de Mbanza Kongo, na província do Zaire, a património mundial da Unesco, vai catapultar o turismo do país, particularmente da região leste, afirmou terça-feira, no Luena, chefe do departamento histórico-cultural da direcção provincial da Cultura.

Fotografia: Fernado Neto | Edições Novembro

Em declarações à Angop, Miguel Carlos André esclareceu que o facto vai fazer com que turistas internacionais e nacionais possam desfrutar e explorar o potencial etnolinguístico, histórico, arquitectónico e antropológico deste mais recente património mundial. O responsável afirmou que a vinda e o aumento do número de turistas vai dar robustez à economia do Zaire e do país em geral, visto que o turismo é um sector preponderante para este desfecho. Miguel André acredita também que, com esta elevação, os sítios e monumentos vão ter atenção e importância redobradas do Governo angolano, bem como vai granjear mais respeito e consideração da comunidade internacional.

Tempo

Multimédia