Encenadores de Benguela elogiam Cine Monumental


10 de Setembro, 2014

Os actores de Benguela e os convidados do Festival Nacional de Teatro consideram a reabertura do Cine Monumental bastante importante para o desenvolvimento da dramaturgia local, que” há anos tem falta de palcos”.

O Monumental beneficiou de obras de restauro, que incluíram a melhoria da imagem do edifício e a instalação no interior de condições técnicas dignas em termos de iluminação e de sonorização.
O presidente da Associação do Teatro de Benguela (APROTEB) disse que, “apesar das mudanças serem ainda ligeiras”, o Monumental foi a estrutura que mais beneficiou com a realização do Festival Nacional de Teatro realizado no âmbito do II FENACULT.
Sincero Muntu afirmou que o FENACULT acelerou a intervenção que devia ter sido feita há anos e que permite doravante que actores e encenadores apresentem espectáculos em condições de trabalho aceitáveis. O presidente da APROTEB reafirmou a promessa de retomar o mais rápido possível o projecto “Maratonas de Teatro” interrompido “devido às péssimas condições que o Cine Monumental apresentava”. 
“Agora podemos continuar com as sessões e dar novo alento a esta arte que começava a desaparecer depois de ter tido um grande impulso durante alguns anos”, disse.
A APROTEB, prometeu, vai continuar a primar pelo associativismo para os grupos locais poderem participar no movimento cultural de Benguela.
Sincero Muntu considerou “um grande desafio a realização do Festival Nacional do Teatro”, que deu maior visibilidade ao trabalho de muitos grupos constituídos por actores da nova geração. A APROTEB tem 20 grupos de teatro activos.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA