ENSA mostra espólio das artes

Mário Cohen |
13 de Outubro, 2015

Fotografia: Paulo Mulaza |

A Ensa Seguros de Angola realiza no dia 5 de Novembro, às 18h30, no Centro Cultural Brasil-Angola, em Luanda, uma exposição de artes plásticas denominada “40 Anos da Independência Nacional e 37 anos da ENSA”.

O presidente do conselho de administração da ENSA, Manuel Gonçalves, disse, ontem, em Luanda, que a exposição colectiva  inclui as obras da colecção ENSA-ARTE, uma das mais importantes entre os coleccionadores nacionais.
“Nós temos um dos maiores acervos sobre a história das artes plásticas angolanas, por isso queremos marcar presença mostrando, através da exposição, o trabalho que com muita criatividade tem sido feito por ilustres artistas que ao longo das mais variadas edições do Prémio ENSA-ARTE têm permitido o registo das várias manifestações da vida social, económica e política”, esclareceu Manuel Gonçalves.
Apresentou a próxima edição do Prémio Ensa-Arte. Trata-se da abertura da XIII edição do concurso, que inclui as categorias de pintura e escultura, assim como o Prémio Juventude, uma parceria com a Alliance Française de Luanda.
  De acordo com o regulamento, cabe aos vencedores (em pintura e escultura) do prémio um milhão e quinhentos mil kwanzas, enquanto que segundo classificado é um milhão de kwanzas. O segundo classificado de ambas as categorias tem direito a 500 mil kwanzas e um estojo de material de pintura e escultura, respectivamente.
O vencedor da categoria Prémio Juventude frequenta uma residência artística em França durante um mês.  Também foi apresentado o novo comissário do Prémio ENSA-ARTE, o artista plástico Miguel Gonçalves, que tem a responsabilidade de coordenar o concurso, em substituição do pintor Jorge Gumbe.
O Prémio ENSA-ARTE  é de âmbito nacional, tem periodicidade bienal, tendo como destinatários jovens criadores de obras de escultura e pintura que protagonizam novas tendências estéticas.
Considerado uma referência no panorama das Artes Plásticas em Angola, o Prémio ENSA-ARTE foi instituído em 1991, altura em que começou o concurso ENSA de Pintura, tendo a ideia surgido no ano anterior a partir de uma exposição de sete pintores angolanos: Viteix (primeiro artista premiado), Henrique Abranches, Augusto Ferreira, Jorge Gumbe, António Ole, Telmo Vaz Pereira e José Zan Andrade. Em 1996, com a entrada de mais uma disciplina, a escultura, o concurso passa a Prémio com a denominação ENSA-ARTE, agregando as duas modalidades.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA