Escola é essencial à ascensão do livro

Kátia Ramos |
29 de Julho, 2016

A falta de interesse pela leitura é uma das principais preocupações do Ministério da Educação para os próximos anos, informou a coordenadora da Comissão Nacional do Instituto Internacional da Língua Portuguesa, Paula Henriques, para quem as alterações urgentes no currículo escolar são importantes.

Como convidada da “Maka à Quarta-feira”, da União dos Escritores Angolanos, Paula Henriques falou sobre “Literatura angolana no sistema escolar” e pediu ao público, em especial aos estudantes, atenção para a questão da língua portuguesa e os cuidados a ter com a mesma.
O Ministério da Educação, disse, pretende, com as mudanças, prestar maior atenção  à importância da literatura no currículo escolar. “É preciso mudar o actual quadro e aproximar mais a literatura dos jovens, principalmente nas escolas”, disse.
A oradora, que também é docente de Técnicas de Expressões em Língua Portuguesa no Instituto de Relações Internacionais, disse estar preocupada com o ensino em Angola e com a má preparação dos estudantes. “Isso acontece em parte devido à falta de leituras constantes”.
Paula Henrique adiantou ainda que existem vários escritores nacionais, com trabalhos muito bons para serem incluídos no currículo. “É preciso tornar os jovens mais aptos academicamente e com maiores conhecimentos da literatura angolana e dos seus autores”, destacou .

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA