Cultura

Escritor Isaquiel Cori faz "O último Recuo"

Francisco Pedro |

O escritor Isaquiel Cori lança hoje, às 18h30, na União dos Escritores Angolanos, o romance "O Último Recuo". O livro, que foi editado pela Mayamba Editora, vai ser apresentado pelo jornalista António Quino, e vendido ao preço de 1.500 kwanzas.

Jornalista e escritor Isaquiel Cori
Fotografia: Jornal de Angola

O escritor Isaquiel Cori lança hoje, às 18h30, na União dos Escritores Angolanos, o romance "O Último Recuo". O livro, que foi editado pela Mayamba Editora, vai ser apresentado pelo jornalista António Quino, e vendido ao preço de 1.500 kwanzas.
Segundo o autor, “O Último Recuo” não é propriamente um documentário. O escritor  Isaquiel Cori disse ao Jornal de Angola que os acontecimentos narrados e as personagens são ficcionais “no sentido em que não ocorreram realmente, são fruto da imaginação do autor”.
Na sua opinião trata-se de um romance que está longe de ser fantástico, pois alimenta-se muito do real, de fragmentos dispersos da realidade.
 “Não me parece que seja um documentário, porque ao escrevê-lo tive o maior prazer de dar livre curso à minha imaginação, até mesmo na perspectiva do entretenimento”, disse o escritor.
Embora o autor descreva uma personagem – João Segura- que vive momentos da guerra que assolou o país, o escritor informou que o ambiente que rodeia essa figura nada tem a ver com a sua vida ao cumprir o serviço militar obrigatório, entre 1985 e 1991, e que  não há qualquer paralelismo entre o percurso biográfico de qualquer personagem e o do autor.
Natural de Luanda, Isaquiel Cori é jornalista de profissão. Estudante da Faculdade de Letras e Ciências Sociais, já publicou o romance “Sacudidos pelo Vento”, (menção honrosa do Prémio Sonangol de Literatura, em 1994), o conto “O Último Feiticeiro”, em 2003, e o livro de entrevistas “Pessoas com quem falar”, em 2003.

Tempo

Multimédia