Cultura

Espírito criativo patente em “Olhos do Uruguai”

Manuel Albano |

Uma das características da fotografia é a representação do instante. É desta forma que o embaixador do Uruguai em Angola, Álvaro González Otero, qualificou o espírito inovador e criativo patente na mostra fotográfica intitulada “Olhos do Uruguai”, inaugurada quinta-feira, à noite, no Palácio de Ferro, na Baixa da cidade de Luanda.

Paisagens uruguaias apresentadas em exposição de fotografia no recinto do Palácio de Ferro
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

No seu discurso de abertura sobre a exposição internacional, Álvaro González Otero disse que a riqueza e o sucesso da mostra está seguramente na sensibilidade e na forma como os fotógrafos uruguaios Gustavo Allidi Bernasconi, Santiago Barreiro, Nancy Horowitz, José Risso e Federico Ruiz Santesteban capturam as imagens, fruto das experiências individuais.
Com a inauguração da mostra em Luanda, garante Álvaro González Otero, é mais uma das formas encontradas para que os angolanos, fundamentalmente, possam desfrutar da arte uruguaia, conhecendo assim um pouco mais sobre aquele país sul-americano.
O diplomata recordou que “Olhos do Uruguai” já foi apresentada este ano nas cidades de Viena e Lisboa, inserida na Semana do Uruguai na Áustria e Portugal, com muito sucesso. “Temos a alegria que Luanda tenha sido escolhida para ser a primeira cidade africana em receber essa exposição, o que vem reafirmar e reforçar os laços de amizades existentes entre os dois países.”
O embaixador  felicitou o excelente trabalho e espírito de cooperação entre o Foro Viena Montevideo, a Fundação Sindika Dokolo, as Linhas Aéreas de Angola (TAAG) e o Ministério das Relações Exteriores do Uruguai, que permitiu a materialização da mostra “Olhos do Uruguai” em Angola.
Orgulhosamente, Álvaro González Otero lembrou que a Embaixada do Uruguai e o consulado têm realizado nos últimos anos eventos culturais, juntando-se aos angolanos às comemorações da Independência Nacional.
Álvaro González Otero felicita o país numa altura em que está a celebrar os seus 42 anos de independência em tempo de paz o que contribui “para a consolidação do processo democrático e para o trabalho forte com um novo Governo, que tem como objectivos firmar o desenvolvimento económico e social.”
O embaixador do Uruguai em Angola considerou positiva as relações entre Angola e o Uruguai e perspectiva uma nova era de cooperação, atendendo às perspectivas existentes relativas à materialização dos diferentes projectos em curso, ao abrigo dos acordos já existentes entre os dois países, fundamentalmente no domínio das artes.

Ciclo de cinema uruguaio
Na parte superior do edifício do Palácio de Ferro, está à disposição até terça-feira um ciclo de cinema uruguaio aberto na quinta-feira. Vão ser exibidos cinco filmes, um por dia, nomeadamente “Los Modernos”, “Rambleras”, “Dios Local”, “Tan Frágil Como Un Segundo” e “Maracaná”.
Apesar de as relações diplomáticas terem começado em Março de 1987,  a Embaixada do Uruguai em Angola apenas foi aberta em Janeiro de 2015 e o Consulado Geral de Angola no pequeno país sul-americano em Janeiro deste ano.
Com uma população de 3,3 milhões de habitantes, o Uruguai é limitado a norte pelo Rio Grande do Sul (Brasil), a leste pelo oceano Atlântico, a sul pelo Rio da Prata e a oeste pela Argentina. A sua capital é a cidade de Montevideu.

Tempo

Multimédia