Estações arqueológicas preocupa as autoridades


27 de Agosto, 2014

O director do Museu Nacional de Arqueologia de Benguela, Paulo Valongo, defendeu, no município da Baía Farta, a importância de se preservar mais as estações arqueológicas, de forma a perpetuar o seu legado.

Paulo Valongo, que falava à Angop no final de uma palestra sobre a arqueologia, considerou importante a preservação destes locais, uma vez que a construção de casas e outras infra-estruturas sociais no perímetro das estações pode destruir o património cultural. Do seu ponto de vista, as construções em locais como estações arqueológicas devem ser acompanhadas por especialistas em arqueologia, para sondarem e fazerem um eventual levantamento de artefactos arqueológicos.
Das 66 estações arqueológicas existentes no país, apenas a do Ndungo, localizada na Baía Farta, é alvo de trabalhos de pesquisa.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA