Estilista quer maior intercâmbio


3 de Dezembro, 2015

O estilista português Valentim Duarte defendeu ontem, em Luanda, um maior intercâmbio entre criadores de moda angolanos e portugueses de formas a elevar a troca de experiência e a criação de novas tendências no mundo da moda.


Em entrevista à Angop, Valentim Duarte disse ser necessário a realização de iniciativas e formações técnicas no sentido de possibilitar maior intercambio entre estilistas nacionais e estrangeiros, para que as pessoas possam trocar ideias sobre o que é feito de moda nos seus respectivos países.
Segundo Valentim Duarte, a capacidade criativa de um estilista é ilimitado e em sua opinião quanto mais ideias forem aprendidas vai ser uma mais-valia para os fazedores da moda em aumentarem os seus conhecimentos de criação. O especialista mostrou-se surpreendido com a qualidade dos trajes que são feitos no país, afirmando que os criadores angolanos têm a sua marca registada no mundo da moda.
Valentim Duarte está no país  para sessões de formação, bem como de pesquisa sobre o mundo da moda África, em particular a angolana. Com mais de 30 anos de carreira, apresentou os seus trabalhos  no Brasil, Holanda, França, EUA, Japão e África do Sul.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA