Cultura

Estrelas da música dão shows de raiz na Casa 70

A segunda temporada do projecto Duetos N’Avenida dá hoje, às 21h30, na Casa 70, em Luanda, a largada com o tão esperado show da dupla Gabriel Tchiema e Euclides da Lomba.

Chalana Dantas (à direita) com Gabriel Tchiema nos ensaios
Fotografia: Dr

Conhecido como um dos nomes mais destacados na percussão em Angola e já tendo acompanhado vários músicos de peso no cenário nacional, Chalana Dantas, que assina a direcção artística e musical do Duetos N’Avenida, diz ser uma missão difícil, porém prazerosa, formar duplas com artistas tão singulares como os convidados desta noite.
“Difícil porque, naturalmente, o conceito vai além de tornar possíveis duetos que até hoje seriam improváveis. Prazerosa, porque tudo isso faz-me entrar em dois mundos teoricamente opostos, uni-los e transformar cada dueto em um show especial para todos.”
Sobre a primeira fase do projecto em que foram realizadas seis apresentações para uma plateia de 2.544 pessoas, Chalana Dantas frisou que “foi uma escola para toda a equipa da Zona Jovem Produções.” Segundo ele, agora, o projecto segue com mais conhecimento e maturidade, tendo argumentado que o processo de selecção “foi difícil e delicado, tivemos que jogar com as complexas agendas dos músicos. Quanto à relação com os artistas, foi fantástica!”
Quanto à expectativa em relação ao show de hoje, o “regente” do projecto mostrou-se ansioso: “por acaso, no bom sentido, estou ansioso para que tudo comece da melhor forma. Espero grande entrega dos artistas e, quanto ao público, com certeza que receberá uma fantástica performance, visto que Euclides da Lomba e Gabriel Tchiema são dois grandes senhores da música angolana.”
Questionado sobre a experiência desse reencontro com Chalana Dantas, Euclides da Lomba ressaltou o profissionalismo e a criatividade do director artístico do Duetos: “É um indivíduo que sabe muito de música e é muito ciente do papel que desempenha. Trabalhou comigo desde o ‘Livre Serás’ e, em quase todos os meus álbuns, esteve como técnico.” Disse ainda ser “um privilégio vê-lo crescer e estar à altura de um projecto como o do Duetos N’Avenida.”
Já Gabriel Tchiema define Chalana como “um profissional que luta sempre para que as coisas estejam nos trinques.”
Uma das curiosidades dessa temporada é alguns artistas cantarem em línguas nacionais que não dominam, como é o caso de Euclides da Lomba, que no show de hoje vai interpretar canções em chokwe, e Ary, que cantará canções em kikongo na dupla com Kyaku Kyadaff, no dia 29 de Junho.
O director artístico mostrou-se preparado para encarar também esse desafio: “sou o primeiro a estudar todos os detalhes, para ajudar artistas e bandas. Por outro lado, Ary é estudiosa, competente e tem uma tremenda versatilidade musical que lhe possibilita cantar tranquilamente em kikongo e lingala.”

Tempo

Multimédia