Etu Lene estreia espectáculo no Huambo

Manuel Albano |
29 de Outubro, 2015

Fotografia: Humberto Sousa

“O Filho do Kamba Mbiji” é o título do espectáculo dramático que o grupo Etu Lene estreia domingo, às 19h00, no auditório da Direcção Provincial da Cultura no Huambo.

A peça, que é sequência do espectáculo “O Feiticeiro e o Inteligente”, é apresentada novamente dia 8 de Novembro, às 20h00, na Liga Africana, em Luanda.
O espectáculo tem como foco o velho Saraiva, que misteriosamente se envolvia sexualmente com a própria filha, Melita, e desta acção surge um filho.
A criança cresce sem saber quem era o seu pai, mas certo dia o fantasma do velho Saraiva aparece e explica tudo ao filho. Ao desvendar o segredo, este o aconselha a nunca se envolver em feitiçaria, por ele no passado ter sido uma vítima desta prática.
Um dos pontos chaves do espectáculo, com a duração de 50 minutos e a participação de dez actores, ocorre quando o velho descobre que a namorada do filho fica grávida sem nunca ter tido relações sexuais com o jovem.
O encenador Beto Cassua disse ao Jornal de Angola que a peça, realizada no âmbito dos 40 anos de Independência, procura chamar a atenção do público sobre a importância de se respeitar a tradição, particularmente nesta fase de reconstrução do país e do resgate da identidade nacional.
Além de estrear a peça “O Filho do Kamba Mbiji”, o grupo apresenta sábado, às 19h00, também no auditório da Direcção Provincial da Cultura no Huambo, uma versão do espectáculo “O Feiticeiro e o Inteligente”.

O conto original

O espectáculo, que é exibido novamente nos dias 7 e 11 de Novembro, às 20h00, na Liga Africana, em Luanda. antecede a peça de estreia e conta a história de Saraiva, que mata a mulher por estar apaixonado pela filha, Melita, apesar desta estar prometida a Pedrito. Na peça, o velho Saraiva procura uma razão para Melita não sair de casa e por isso pede a Pedrito para, num espaço curto de tempo, trazer um peixe que não fosse de água doce, nem salgada e caso não o fizesse estava condenado ao feitiço.
Para resolver o enigma, Pedrito pede ajuda ao inteligente da aldeia, Nga Zuze. Porém, apesar de ter resolvido o problema, o jovem é vítima da fúria de Saraiva, que mata Nga Zuze e passa a envolver-se com a filha todas as noites, graças a prática de feitiçaria.  O grupo Etu Lene ficou conhecido na década de 1990 com este espectáculo exibido pela primeira vez no programa “Em Cena”, da Televisão Pública de Angola. Após o sucesso, a peça teve várias versões.
O grupo, fundado em 1993 por jovens da igreja de São Luís, serviu  de inspiração para o surgimento de vários outros no município do Rangel. Entre os seus vários espectáculos destaca-se ainda a peça “Uiji, Uijia” (1995), com a qual venceu em 2011 o Prémio Nacional de Cultura e Artes.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA