Cultura

Eva Rap Diva leva “batida” angolana a Portugal

Roque Silva

Depois de ter participado em Junho no Rock in Rio Lisboa, Eva Rap Diva actua hoje no festival anual de Verão Meo Sudoeste, edição que decorre desde o passado dia 4, em seis diferentes palcos, e termina no próximo sábado, em Zambujeira do Mar, Portugal.

Cantora encerra as actuações hoje no palco LG by Mega Hits
Fotografia: Paulo Mulaza|Edições Novembro


A cantora angolana re-gressa à terra que a viu iniciar a carreira, aos 12 anos, para apresentar, uma vez mais, o álbum “Eva”, lançado este ano, cuja edição para o mercado português ganhou uma nova capa e tema extra, denominado “Lady Boss”.
Conhecida nas lides artísticas como “A Rainha Njinga do Rap”, título do primeiro CD, a cantora realiza uma “performance” em que são aguardados temas que falam sobre amor, a realidade social, a valorização da mulher e da juventude angolana, numa lista em que se destaca a canção “Um assobio meu”.
A voz feminina angolana de rap de maior projecção desse género musical dominado por homens, encerra as actuações de hoje no palco LG by Mega Hits, a seguir aos cantores portugueses Papillon e RichFellaz.
O jovem produtor e cantor angolano Deejay Telio, que reside em Portugal, actuou ontem no palco Meo, ao som da forte batida de kuduro, afro-house e trap.

Tempo

Multimédia