Executivo quer interligação dos Arquivos


8 de Setembro, 2014

Fotografia: Mota Ambrósio

O Executivo tem criado as condições técnicas e humanas para que todas as instituições, municipais e provinciais, tenham os seus arquivos organizados e interligados numa rede coordenada pelo Arquivo Nacional, informou Alexandra Aparício.

A directora do Arquivo Nacional de Angola deu a conhecer este dado num encontro com estudantes e arquivistas do Exército e da Polícia Nacional, no âmbito do FENACULT.
O Arquivo Nacional, adiantou, tem estado a apostar com regularidade na formação técnico-profissional, de forma a dotar os vários arquivistas de instituições públicas e privadas com as ferramentas e as noções modernas de organização de arquivos de documentos. “A maior parte das instituições não tem os seus arquivos criados, mas estamos a trabalhar e a explicar sobre a importância destes”, disse, acrescentando que “uma das dificuldades prende-se, principalmente, com a falta de cursos específicos nas universidades nacionais, em especial agora que o país caminha para a era digital”.
O director-adjunto do Arquivo Nacional, Francisco Alexandre, adiantou que actualmente têm realizado cursos de curta, média e longa duração no país e no exterior, com professores nacionais e estrangeiros, assim como têm dado formações aos funcionários de outras instituições.
Francisco Alexandre informou ainda que têm feito cursos de arquivo regionais, com duração de quatro semanas, nos quais participam técnicos de outras províncias do país.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA