Cultura

"Exercício Keve" na Trienal

O documentário “Exercício Keve” do realizador Nguxi dos Santos é exibido hoje, às 20h00, no Palácio de Ferro, inserido no Ciclo de Cinema Angolano da III Trienal de Luanda, que se realiza até finais de Agosto, sob o lema “Da utopia à realidade” .

Documentário é exibido hoje no Palácio de Ferro no âmbito do Ciclo de Cinema Angolano
Fotografia: Santos Pedro | Edições Novembro

A película mostra de maneira cinematográfica o exercício das Forças Especiais angolanas organizado em 2014, denominado “Vale do Keve 2014”. O mesmo decorreu no âmbito da sua participação na preparação da “defesa e segurança” da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), sigla em inglês.
“Exercício Keve” revela os prós e contras desta preparação militar. Participaram os destacamentos das Forças Especiais de Angola, África do Sul, Botswana, República Democrática do Congo, Namíbia, Tanzânia, Zâmbia, Lesoto e Zimbabwe, num total de 1.700 militares, sendo a maioria de Angola. As Repúblicas de Moçambique, Malawi, Madagáscar, Suazilândia, Ilhas Maurícias e Seychelles ficaram de fora por não disporem de Forças Especiais.
Foi imbuído no espírito de defesa e segurança, e na tentativa de apresentar um produto cinematográfico ao cidadão comum que o realizador e repórter de guerra angolano, na década de 80, Nguxi dos Santos, realizou e produziu o documentário “Exercício Keve”, uma curta metragem de 21 minutos e 22 segundos. Refira-se que Nguxi dos Santos, nascido a 22 de Janeiro de 1960, na comuna do Nzeto, província do Zaire. A sua trajectória está ligada às gravações de vídeo-clipes e transmissão de espectáculos.

Tempo

Multimédia