Exposição "Frágil" na galeria Tamar

Mário Cohen |
16 de Março, 2016

Fotografia: Paulino Damião

Um conjunto de mais de 20 criações do artista plástico Hamilton Francisco está patente até 9 de Abril na Galeria Tamar Golan, em Luanda, na exposição individual “Frágil”.

O autor  apresenta um trabalho de investigação sobre o tema “Frágil”, para o reencontro com os valores culturais africanos. 
O curador da exposição, Pires Laranjeira, refere no catálogo que os trabalhos de arte de Hamilton Francisco mostra “todo seu percurso gestual e conceptual num estilo identificável e inconfundível do pintor no domínio das ideias pan-africanas, pan-negras e panegíricas da subalternidade que se articulam em materiais e formas cosmopolitas correspondendo à sua biografia”.
Hamilton Francisco nasceu em  1974. Desde muito cedo teve a paixão pela pintura. Estudou Desenho Industrial no Centro de Formação e Tecnologia Manauto Dois, na capital do país, e depois em Portugal.   Actualmente trabalha como artista plástico no Projecto Museu no Centro, em Coimbra, Portugal. Tem participado em várias exposições individuais e colectivas, bem como residências artísticas em vários países.
As suas obras estão presentes em colecções públicas e privadas, em Angola e no estrangeiro. Em Coimbra, no ano de 2015 participou na Bienal Ano Zero, e igualmente nos projectos “Formas” e “Ocupação Trópica”. Em residências artísticas, participou em várias actividades.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA