Fábula e contos do Huambo relatadas num espectáculo

Manuel Albano
20 de Novembro, 2014

Fotografia: Divulgaç

A peça “Cassinda Não Volta Atrás” é exibida hoje às 20h00, no Centro Cultural Kilamba, pelo grupo Nguizane Tuxikane, no âmbito do programa “Quinta da Encenação” promovido pelo colectivo de artes Etu Lene.

A peça, estreada 1997, conta a história do jovem Cassinda, da localidade do Lunje, que aceitou as condições impostas pelo seu sogro Namunda para poder casar com a filha. Cassinda, por amor à jovem Chissole, assume o compromisso de viver em casa do pai da noiva e ser enterrado vivo se Namunda morresse, o que sucede alguns anos depois. A dúvida a partir daí é saber se deve cumprir o combinado. Agostinho Cassoma, director artístico do Niguizane Tuxikane, disse ao Jornal de Angola que um dos objectivos do grupo é divulgar contos populares e fábulas do Huambo.
“Cassinda Não Volta Atrás”, com duração de hora e meia, tem a participação de 15 actores.
Nguizane Tuxikane, constituído por 18 elementos, foi fundado, em Luanda, em 4 de Janeiro de 1995. Entre as peças que normalmente apresenta contam-se “Massoxi, as Lágrimas Provocadas”, “Desastre de Um Jovem” e “Infidelidade”.
O “Quinta da Encenação” destina-se a dinamizar o teatro no distrito urbano do Rangel.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA