Feira de Cultura e Artes encerra hoje no Kilamba


6 de Maio, 2017

Fotografia: Edições Novembro

A primeira Feira da Cultura e Artes,  sob o lema “Minha arte, minha vida”, que decorre desde quarta-feira até hoje, no Instituto Superior de Artes (ISART), na Centralidade do Kilamba, em Luanda, encerra as suas actividades, com um grande show cultural e apresentação da Turma Infantil “Malta da Alegria e da Paz”.

Hoje, às 9h00, o secretário de Estado da Cultura, Cornélio Caley, preside a cerimónia de encerramento da feira, que tem como  objectivo principal a valorização das mais diversas formas de manifestações culturais e artísticas, com foco nas artes visuais, pintura e escultura.
A feira e o seminário têm como público alvo estudantes universitários, empreendedores e empresários, fazedores de artes de rua, bem como qualquer agente que pretenda criar e gerir o seu próprio negocio de forma eficiente e competitiva no contexto económico actual, com destaque para as artes. Segundo o secretário da Feira da Cultura e Artes, Hélder Cafala, os propósitos fundamentais da iniciativa são promover e incentivar o talento e a criatividade dos jovens estudantes, particularmente universitários, para desenvolverem as suas próprias empresas, por via das artes.
O responsável disse que essa iniciativa cultural ajuda a alargar o mercado de oportunidades de negócios e permitir transformações na forma de estar e pensar, de forma a poder influenciar a juventude a criar o auto-sustento.
Motivar e abrir horizontes a juventude, explicou, constam dos fundamentos da realização da feira, que visa ajudar os jovens a desenvolverem o seu próprio emprego. “Queremos mobilização e incentivar a comercialização das obras dos artesãos.”
A Feira da Cultura e Artes, que é uma iniciativa do Fórum Angolano de Jovens Empreendedores (FAJE), em parceria com os ministérios da Cultura e da Comunicação Social e do Instituto Superior de Artes -ISART, conta com a participação de dezenas de expositores.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA