Feira do Dondo fomenta cultura

Manuel Albano |
10 de Setembro, 2015

Fotografia: Paulino Damião

O melhor das criações artísticas angolanas podem ser vistas, a partir de amanhã até domingo, no município de Cambambe, Cuanza-Norte, na 6.ª edição da Feira do Dondo, informou ontem o coordenador-geral da organização.

Gabriel Cabuço disse que estão inscritos mais de 50 expositores de Luanda, Cuanza Norte, Cuanza Sul, Malanje, Uíge e Benguela.
Durante a feira, uma iniciativa do Ministério da Cultura com o apoio do Governo da Província do Cuanza Norte, os expositores convidados têm a oportunidade de mostrar as suas potencialidades.
Este ano, a feira está instalada no Largo 4 de Fevereiro e acontece no âmbito do 40.º aniversário da Independência Nacional, sob o lema “Feira do Dondo - Entre o Passado e Presente, 40 anos a preservar os nossos lugares de memória”.
Um dos principais objectivos do evento, destacou, é a promoção do artesanato nacional, com vista a sua valorização, desenvolvimento e difusão comercial. “Outro factor importante é a reconstituição actual da história sobre a actividade mercantil desenvolvida no espaço do território Ndongo”, acrescentou Gabriel Cabuço.
Até ao momento, as cinco edições da Feira do Dondo permitiram classificar vários monumentos históricos nacionais. “Temos parte do património reconhecido na região, de maneira a garantir a sua preservação como forma de deixar um legado as gerações vindouras, explicou.”
A Feira do Dondo, adiantou, tem ajudado a realçar a história, a cultura, o turismo e os negócios na região.

Comboio cultural


Em busca de novas paragens culturais e a exploração da diversidade, o programa da feira incluiu a realização do “Comboio Cultural” de Luanda até ao Dondo, passando por várias localidade como Catete, Zenza do Itombe e Cassualala.
O coordenador da Feira do Dondo disse que, durante os três dias da feira, o comboio deve transportar mais de 900 crianças e jovens estudantes, para que, com os artistas e outros convidados, possam conhecer a região.
O programa de actividades começa sexta-feira e reserva, entre outras atracções, a apresentação de livros, palestras, exposições de arte e visitas a locais históricos. A Feira do Dondo acontece no âmbito dos esforços desenvolvidos pelas autoridades para transformar a região num roteiro turístico e cultural.
A cerimónia de abertura é presidida pela Ministra da Cultura, Roca Cruz e Silva, e conta com a participação do governador do Cuanza Norte, Henrique André Júnior.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA