Cultura

Figueira Film Art abre com película francesa

O filme do realizador francês Stéphane Brizé, “A vida de uma mulher”, é exibido hoje na cerimónia de abertura do festival Figueira Film Art, que se realiza na Figueira da Foz, em Portugal.

“A vida de uma mulher”, considerado um filme de uma pureza e liberdade absolutas, foi seleccionado para competir no Festival de Cinema de Veneza, em 2016. Segundo a crítica, trata-se de um dos grandes acontecimentos cinematográficos de Stéphane Brizé.
A narrativa, revela o retrato comovente de alguém em conflito com a mentira, a hipocrisia e o machismo do seu tempo.
 O realizador francês evidencia uma extraordinária habilidade de composição, manifestada em planos que evocam a pintura impressionista, retrata o desvanecimento das ilusões de uma mulher, e todo o filme se constrói pela subtileza e graça natural do olhar do realizador. />O festival conta com 67 filmes de 13 países a concurso, anunciou a organização. Nesta  quarta edição do festival tem como padrinho o cineasta português João Mário Grilo, sendo exibido durante o certame o filme da sua autoria “A vossa terra”, sobre o arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles, disse à agência Lusa o director do Figueira Film Art, Luís Albuquerque.
Depois de ter recebido mais de quatro mil propostas a concurso, em 2016, o Figueira Film Art optou por taxar a inscrição para reduzir “significativamente” o número de filmes propostos a concurso, informou o responsável pelo evento.

Tempo

Multimédia