Filme angolano abre Festival de Cinema de Luanda

Roque Silva |
30 de Junho, 2014

"Os Deuses da Água", filme que conta a origem do homem a partir de uma investigação feita em Angola, abre a VII edição do Festival Internacional de Cinema de Luanda (FIC Luanda), que decorre de 14 a 20 de Novembro, no Cine Atlântico.

A confirmação foi dada pela ministra da Cultura na sexta-feira, no Centro de Imprensa Aníbal de Melo, durante a apresentação da longa-metragem produzida pelo Instituto Angolano do Cinema Audiovisual e Multimédia (IACAM) e realizada pelo argentino Pablo César. Rosa Cruz e Silva realçou que a realização do festival teve a colaboração fundamental de empresários, através de patrocínios ou troca de serviços.
Ao referir-se ao filme que abre o FIC e que resulta de um acordo cultural firmado em 2012, quando a Presidente Cristina Kirchner visitou Angola, a ministra disse ser uma vitória para ambos os países e um momento para a exaltação dos laços culturais entre os dos povos.
O filme, que gira em torno de seres anfíbios de outro universo que criam os homens, mostra elementos da cultura africana, e de Angola em particular, na Argentina.
“Expresso o meu reconhecimento pelo brio profissional e a entrega face às dificuldades que encontraram o realizador e a sua equipa. Muitos países firmam acordos culturais mas não os executam. Os nossos laços são estreitos e profundos. É um trabalho de investigação e de contacto com as autoridades tradicionais e com a história", disse.
De acordo com o embaixador da Argentina em Angola, Júlio Ramon Lascano, a história de África deve ser conhecida pelo mundo, uma vez que outras culturas se revêem nela. “São oportunidades para outros povos descobrirem também a sua origem", justificou.
O realizador, Pablo César, que escreveu o argumento do filme com Liliana Nadal, disse que as imagens foram rodadas em Malanje, Cuanza Norte e Lunda Sul. O cineasta é também professor na Universidade de Cinema de Buenos Aires e co-produtor de cinco filmes africanos.
Pablo César participou como júri em festivais internacionais de cinema em França, Canadá, Bélgica, Índia e Burquina Faso. O filme tem no seu elenco os angolanos Onésio de Carvalho Salvador e Joana da Costa, estudantes em Buenos Aires, assim como o realizador angolano Mawete Paciência e outros actores argentinos e franceses.
O FIC Luanda é uma iniciativa  de periodicidade anual, que ocorre no âmbito do Novembro Cultural e visa promover o cinema nacional .

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA