Filme sobre dramaturgo exibido hoje em Luanda


10 de Maio, 2017

O documentário sobre a vida e a obra do dramaturgo brasileiro Augusto Boal é exibido hoje, às 19 horas, no Centro Cultural Brasil-Angola, em Luanda.

Intitulado “Augusto Boal e o teatro popular”, a exibição do documentário, com 105 minutos de duração, para maiores de 16 anos, é procedido de um debate com o público, mediado pelo director de teatro Gil Noaves. Para obterem acesso, os interessados devem fazer-se acompanhar de garrafas de plástico vazias, de qualquer tamanho ou cor.
O filme mostra a trajectória do dramaturgo Augusto Boal na criação de um teatro que tem como objectivo transformar quem dele participa num “motor” de mudança do espaço em que vive. Neste percurso, vemos as buscas intelectuais de Augusto Boal, concomitantes às transformações da sociedade brasileira dos anos 60 do século XX até aos dias de hoje.  São também visíveis as inúmeras práticas do Teatro Popular pelo Mundo (existem grupos em 77 países) e como se manifestam em diferentes situações caracterizadas pela relação entre os agentes actuantes nas sociedades, desde os grandes poderes até aos micro poderes.
Augusto Boal realizador, dramaturgo e ensaísta brasileiro, uma das grandes figuras do teatro contemporâneo internacional. Fundador do Teatro do Oprimido, que alia o teatro à acção social, as suas técnicas e práticas difundiram-se pelo Mundo, de maneira notável nas três últimas décadas do século XX, sendo largamente empregadas não só por aqueles que entendem o teatro como instrumento de emancipação em diversas áreas.
Augusto Boal defendia que o teatro deve ser um auxiliar das transformações nas comunidades. Para isso, organizou uma sucessão de exercícios simples, capazes de oferecer o desenvolvimento de uma boa técnica teatral amadora, auxiliando a formação do actor.

capa do dia

Get Adobe Flash player



ARTIGOS

MULTIMÉDIA