Cultura

Filme angolano exibido em Genebra

O filme “Angola: Nos Trilhos da Independência”, baseado num projecto da Fundação Tchiweka, foi exibido quinta-feira, no hall da Faculdade de Letras da Universidade de Genebra, na Suíça.

Fotografia: DR


O filme, com duração de mais de hora e meia, retrata as várias fases do processo de libertação de Angola, designadamente o período colonial, início da luta armada de libertação nacional travada pelos movimentos de libertação, até à conquista da Independência Nacional.
O documentário tem, também, depoimentos de vários nacionalistas do MPLA, UNITA e FNLA, entre os quais se destacam figuras como Augusto Loth, Noé Saúde, Rodeth Gil, Ciel da Conceição “Gato”, Deolinda Rodrigues, Benigno Vieira Lopes, Frederico Calombo e Adolfo Francisco, além de personalidades estrangeiras que, de forma directa ou indirecta, participaram no processo da luta de libertação de Angola.
As emoções vividas por António Agostinho Neto, Holden Roberto e Jonas Savimbi, além de estrangeiros outras, como António Oliveira Salazar, antigo chefe do regime colonial, e Kwame Nkrumah do Ghana. A universidade de Genebra, onde foi exibida o filme, pretendeu, com esta actividade, associar-se às celebrações do 44º aniversário da proclamação da Independência Nacional, assinalado na segunda-feira.
A sessão foi assistida por membros da Missão Permanente de Angola naquele país europeu, com o a embaixadora representante Margarida Izata, estudantes universitários, historiadores, familiares de alguns integrantes do projecto e pessoas da comunidade angolana.

Tempo

Multimédia