Cultura

Filme "Jindundo@.com" chega domingo aos cines

O filme “ Jindundo@.com”, que retrata o mau uso das redes sociais e as suas consequências nas famílias angolanas, do realizador Henrique da Costa Narciso “Dinho”, estreia no domingo, em duas sessões às 19h00 e às 21h00, em simultâneo, nos cines Atlântico, em Luanda, e Monumental, em Benguela.

Cena do filme do realizador Dinho que estreia domingo em simultâneo em Luanda e Benguela
Fotografia: KINDALA MANUEL|EDIÇÕES NOVEMBRO

O longa-metragem inspirado num acontecimento verídico, vivenciado por uma adolescente enganada numa relação virtual nas redes sociais, conta a historia ficcionada, de uma adolescente de 16 anos, filha de pais ricos, que estabelece uma relação de amizade na plataforma facebook, com um suposto jovem, que na forma virtual e apresentava com 17 anos. A façanha de Charles é descoberta depois de um frente-a-frente, onde Telma descobre que afinal se tratava de um senhor de 55 anos.
Sem experiência e com receio de consultar os pais, Telma assume a relação amorosa com Charles, passando a ser mais uma das vítimas do experiente predador das redes sociais. Tido como um psicopata, Charles faz secretamente vídeos e fotos dos encontros íntimos com a jovem e em seguida publica-os nas redes sociais, fazendo disso a sua grande diversão.
As imagens espalham-se até chegar à família da adolescente, arrasando desta forma com a estabilidade económica da família Raul. Dada a situação, na sequência, o filme tem um desfecho trágico.
Com início das gravações em Dezembro do ano passado, o filme  foi rodado na zona do Mussulo, Kifangondo e algures em Luanda e teve a produção final em Fevereiro último.
Produzido pela EHN Produções, o filme tem a participação dos actores Lindação Fernandes, no papel da jovem Telma, e Carlos Alves, no personagem do predador Charles. Henrique Narciso “Dito” (senhor Raul, pai da Telma) e Evanilde Ferreira e Beatriz de Sousa contracenam no papel secundário, Talibã e Cobra, participação especial.
Eduardo Kialanda “Talibã”, assistente executivo e director para exibição do filme, disse ao Jornal de Angola que o longa-metragem pretende chamar atenção da sociedade angolana, sobretudo das famílias e das instituições de direito, como os ministérios da Cultura e da Educação, sobre o papel que devem desempenhar na instrução das camadas mais jovens, para o uso benéfico das redes sociais, diante de uma sociedade de informação e comunicação globalizada e dinâmica.
Henrique da Costa Narciso “Dinho”, filho do realizador Henrique Narciso “Dito”, faz a sua estreia no mundo cinematográfico angolano com a ficção “Jindungo@.com”. Actualmente com 19 anos, Dinho entrou para o mundo do cinema, contracenando no filme “Assaltos em Luanda I”, em 2006, quando ainda tinha sete anos. Tem participação em todos os filmes gravados pelo pai.

Tempo

Multimédia