Gala dos Óscares transmitida em Angola


28 de Fevereiro, 2016

Fotografia: AFP

“O Renascido”, “O Caso Spotlight” e “A Queda de Wall Street” são candidatos aos Óscares de melhor filme e realização, cuja cerimónia para anúncio de vencedores é hoje à noite em Los Angeles, Estados Unidos.

Este é o terceiro ano consecutivo em que o júri em vésperas da entrega de prémios continua hesitante quanto ao grande vencedor.
A cerimónia da entrega dos Óscares é transmitida em Angola pelos canais SIC Mulher e SIC Caras para assinantes ZAP e pela MNTE, para os do DSTV/Multichoice.
A grande expectativa da noite, além da incerteza quanto aos vencedores, é sobre o desempenho do apresentador, o actor afro-americano Chris Rock, conhecido por ser directo e caustico nas críticas.
Este é o segundo ano consecutivo em que os actores negros não figuram na lista das candidaturas, pelo que há expectativa sobre o que vai dizer Chris Rock sobre o assunto.
Realizador de “O Renascido”, Alejandro G. Iñarritu, candidato a 12 Óscares, que o ano passado venceu o prémio de realização ano passado, é o grande favorito.
Os outros filmes são “O Caso Spotlight” e “A Queda de Wall Street”. O primeiro filme era tido há alguns meses como provável vencedor, mas deixou de o ser no final de 2015 com a estreia de mais filmes, que também concorrem para a mais importante premiação do mundo da Sétima arte a nível internacional. Já a segunda película, com o título “A Queda de Wall Street”, que surgiu mais tarde do que os outros concorrentes, venceu o prémio do Sindicato dos Produtores.
A famosa película “O Renascido” também conquistou o prémio do Sindicato dos Realizadores e “O Caso Spotlight”, o do Sindicato dos Actores. Nas categorias secundárias, a Academia de Artes e Ciências, que atribui o prémio todos os anos, vai analisar a prestação do veterano Sylvester Stallone, em “Creed – O Legado de Rocky”, e Alicia Vikander, na película “A Rapariga Dinamarquesa”. O grande candidato ao prémio de argumento original é “O Caso Spotlight” e ao de argumento adaptado, “A Queda de Wall Street”. O favorito na categoria melhor filme estrangeiro é “O Filho de Saul”, húngaro, mais uma história passada num campo de concentração durante o Holocausto.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA