"Mad Max" eleito o melhor filme do ano


6 de Dezembro, 2015

O filme “Mad Max: Estrada de Fúria” foi eleito, ontem, pela National Board of Review, como o melhor filme do ano, pela abrangência e profundidade da história e a forma simples como decorre o argumento.

A National Board of Review, organização formada em Nova Iorque em 1909, composta por vários críticos, professores, historiadores, estudantes e profissionais de cinema, pode, com a escolha, influenciar a Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood na eleição dos óscares.
O filme “Mad Max”, realizado por George Lucas, já tinha sido distinguido como o melhor do ano pela Associação de Críticos do Rio de Janeiro e ocupou o 5º lugar na lista da revista francesa “Cahiers du Cinéma” e o 3º na da britânica “Sight and Sound”.
O cineasta Ridley Scott foi eleito o melhor realizador, por “The Martian”, enquanto Matt Damon o melhor actor pelo mesmo filme. Brie Larson foi considerada a melhor actriz, por “Room”. Sylvester Stallone, que regressa como Rocky Balboa em “Creed”, e Jennifer Jason Leigh, protagonista de “The Hateful Eight”, foram distinguidos nas categorias de melhor actores e actriz secundárias. O realizador Quentin Tarantino foi eleito o autor do melhor argumento original por “The Hateful Eight”.
“Inside Out” foi eleito o melhor filme de animação. Jacob Tremblay, por “Room”, e Abraham Attah, de “Beasts of  No Nation”, foram considerados os actores revelação. O Melhor Filme Estrangeiro foi “Son of Saul”, do húngaro Laszlo Nemes.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA