"Os Dez Mandamentos" estreia nos cinemas do país

Kindala Manuel |
4 de Maio, 2016

Fotografia: Kindala Manuel

A adaptação cinematográfica “Os Dez Mandamentos - O Filme”, baseado na novela homónima da produtora brasileira Rede Record, estreia nesta sexta-feira, em quatro salas de cinema do país, Luanda, Lubango e Benguela, depois do seu lançamento em Janeiro, no Brasil.

Com exibição prevista nas salas de cinema do país até dia 19 de Julho, o drama, de quase duas horas, comprimida da novela de 176 capítulos, é baseado na Bíblia e faz a narração da história de escravidão e libertação do povo hebreu, sob o jugo do império egípcio.
O director executivo da Record Angola disse ontem ao Jornal de Angola que o filme chega ao país pelas mãos da Cinemax distribuidora, empresa responsável pela exibição e distribuição do filme em Angola.
Fernando Teixeira referiu que “Os dez mandamento - O filme” vai ser exibido no Cine Xiamy e Cine Place, em Luanda, e no Cine Xiamy do Lubango e de Benguela. De acordo com o director, o programa prevê cinco sessões diárias, dependendo da condição de cada sala, sendo a primeira às 10 horas e a última às 22 horas. Os ingressos, disse, já começaram a ser vendidos nas quatro províncias há cerca de um mês e até domingo último já tinham sido vendidos mais de 44.000 bilhetes, que cobrem mais de vinte dias de exibição nas quatro salas de cinema.
Para prestigiar a estreia, acrescentou, vão estar presentes amanhã, véspera da estreia, no Cine Place alguns actores do filme, entre os quais Sérgio Marone, que interpretou a personagem de Ramsés, e Mel Lisboa, a mãe egípcia de Moisés, que vão participar numa sessão de venda e assinatura de autógrafos do filme.

História do filme


Baseado na Bíblia, o drama narra a história de escravidão e libertação do povo hebreu, sob o jugo do império egípcio. O seu libertador, Moisés, é acolhido pela filha do Faraó, ainda bebé, onde cresceu e aprendeu como príncipe egípcio, mas que depois se volta contra a sua família adoptiva em favor do sofrido povo de Israel, que por ele deve ser conduzido à libertação. A estreia do filme no Brasil foi sucesso de bilheteira.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA